Max Rumis e o Novo Urbanismo: Conheça o Conceito Adotado pelo Prado Bairro-Cidade

Você já ouviu falar em Novo Urbanismo? Este conceito está inserido no DNA do Prado Bairro-Cidade, e hoje vamos explicar para você, através de uma entrevista exclusiva com nosso arquiteto e urbanista Maximus Rumis, os motivos que nos levaram a este estilo de construção.

A ideia de um bairro-cidade foi inspirada em pequenos povoados europeus, onde as pessoas cruzam facilmente com seus vizinhos e, então, se conhecem melhor, gerando maior tolerância e harmonia entre esta sociedade.

>> Conheça o Prado Bairro-Cidade

Portanto, podemos dizer que “o urbanismo tem o poder de influenciar o comportamento e a conduta das pessoas”. E esta é uma das paixões de Maximus Rumis, o responsável pelo projeto do Prado Bairro-Cidade.

Novo Urbanismo: Conheça o Conceito adotado pelo Prado Bairro-Cidade

Através do seu trabalho, Maximus Rumis deseja criar cidades que sejam ambientalmente mais responsáveis e que sejam construídas para o desfrute das pessoas. E é exatamente isso que prezamos no Prado.

Por isso convidamos nosso arquiteto e urbanista para uma conversa aberta sobre sua experiência ao projetar o Prado Bairro-Cidade e também sobre os conceitos do Novo Urbanismo.

Quer conhecer melhor o Prado Bairro-Cidade? Clique Aqui 

Embarque nos pensamentos e devaneios de um profissional disposto a criar um mundo melhor. Aqui embaixo, as palavras ficam por conta do Max!

O Novo Urbanismo e seu Conceito

O Novo Urbanismo é um conjunto de princípios cujo objetivo é recuperar a cidade para o ser humano como um ser social. Os padrões urbanos das últimas décadas foram concentrados em conceitos maquinistas de desintegração. O Novo Urbanismo traz consigo ferramentas e conceitos que, de forma flexível e adaptável a diferentes culturas e geografias, permite integrar todos os elementos essenciais das cidades para que esta mistura gere espaços que melhorem a qualidade de vida e permitam preservar o meio ambiente.

O Novo Urbanismo como um pensamento emergiu nos anos 1980, nos Estados Unidos, para responder à insatisfação generalizada dos habitantes resultante de cinco décadas de aplicação de um modelo suburbano que marcava a dissociação das atividades humanas em compartimentos de uso único; gerando uma paisagem urbana desolada.

A desintegração de locais provou, após décadas de aplicação, ser completamente insustentável do ponto de vista social, econômico e ambiental, gerando cidades dispersas, com consumo extremo de infraestrutura, de terras e recursos naturais e de uma sociedade segregada, totalmente dependente do uso do automóvel, com seus moradores passando a maior parte do dia no trânsito para chegar ao trabalho, a locais de compras ou a suas casas.

Conheça o Prado Bairro-Cidade
Conheça agora um dos melhores lugares para você viver ao lado das pessoas que você ama, Clique Aqui e descubra todos os segredos do Prado Bairro-Cidade

Em contraste, o padrão de crescimento proposto pelo Novo Urbanismo baseia-se no restabelecimento da ordem regional através de cidades policêntricas, compostas por bairros compactos, diversos e de uso misto, orientados para o deslocamento polimodal.

Novo Urbanismo: Conheça o Conceito adotado pelo Prado Bairro-Cidade

Ou seja, o Novo Urbanismo baseia-se na recuperação da arte de criar espaços utilizando princípios que têm regido os melhores exemplos de cidades ao longo da história. Assim se promove a criação de comunidades autênticas, lugares onde as diversas atividades que compõem o cotidiano são passíveis de serem alcançadas e estão conectadas por uma rede de espaços públicos projetados na escala do pedestre.

Por Que o Novo Urbanismo é a Saída para as Grandes Cidades?

As aplicações do conceito de Novo Urbanismo não têm uma escala específica, podendo ser utilizadas desde um bloco urbano até regiões inteiras, mas certamente adquire relevância na escala das grandes cidades.

As cidades têm um papel fundamental de centros de transformações tecnológicas para fornecer informações, ideias e ferramentas, que são centrais para aumentar a produtividade e melhorar a qualidade de vida em geral, tanto em áreas urbanas quanto rurais. Mas se o potencial crescimento urbano continuar acontecendo de acordo com as tendências atuais, o futuro nos reserva uma sociedade desintegrada e um planeta em perigo de extinção.

Novo Urbanismo: Conheça o Conceito adotado pelo Prado Bairro-Cidade

Durante as últimas décadas foi promovido um padrão de desenvolvimento chamado “suburban sprawl” (crescimento disperso), no qual a expansão das cidades foi perversamente dividida, separando as residências dos espaços de trabalho e de compras, fazendo com que a maioria dos habitantes urbanos se tornassem completamente dependentes do uso de automóveis. Este modelo implica o consumo alarmante de terras rurais e de recursos naturais vitais que, aplicados em escala global, resultam em impactos nocivos de enormes magnitudes ao meio ambiente.

Estamos entrando em um momento histórico predominantemente urbano e a maneira pela qual o crescimento das grandes metrópoles é dirigido e administrado determinará a viabilidade de nossa sociedade e o futuro de nosso planeta.

O Novo Urbanismo oferece uma alternativa sustentável ao crescimento urbano do ponto de vista ecológico, econômico e social, possibilitando a concentração populacional de forma a dignificar o ser humano e, por sua vez, gerar menor impacto sobre a natureza.

O Novo Urbanismo é Capaz de Criar Sociedades Melhores?

Esta pergunta é essencial para os nossos objetivos como urbanistas e devemos pensar se conseguimos gerar ambientes que deixem as pessoas mais felizes para ajudá-las a se aproximarem, possibilitando uma sociedade mais integrada e civilizada.

Novo Urbanismo: Conheça o Conceito adotado pelo Prado Bairro-Cidade

O Novo Urbanismo propõe ecossistemas que facilitem a troca e a interação humana. Retoma a ideia de que os espaços públicos, as ruas, os parques e as praças, sejam espaços naturais para a socialização, permitindo e promovendo o encontro das pessoas de maneira civilizada, de maneira que voltem a sentir orgulho dos ambientes urbanos e desfrutem de viver em comunidade.

Os ambientes de convivência moldam comportamentos pessoais e sociais e acreditamos firmemente que, se criarmos lugares que gerem confiança em vez de hostilidade, certamente geraremos uma sociedade mais civilizada e mais tolerante.

O modelo urbano que promovemos instiga, essencialmente, a vida comunitária, os laços sociais e um sentimento de pertencimento.

Quer conhecer melhor o Prado Bairro-Cidade? Clique Aqui 

Para isso, nosso modelo de desenvolvimento também incorpora condições regionais, desta forma, adapta-se inteligentemente ao contexto, fornecendo respostas que revalorizam a história, a identidade e a cultura dos povos.

Novo Urbanismo: Conheça o Conceito adotado pelo Prado Bairro-Cidade

O Novo Urbanismo, nesse sentido, demonstra benefícios sociais, econômicos e ecológicos na implementação de seus princípios:

  • A criação de comunidades de uso misto (residência, trabalho, compras, educação e entretenimento), permite que as necessidades diárias sejam atendidas dentro de um raio de caminhada.
  • Os benefícios sociais de comunidades pensadas para os pedestres, “pedestrian friendly”, incluem menores custos de transporte, maior interação social e a melhoria da saúde pessoal.
  • Do ponto de vista econômico, ao reduzir o número e a distância das viagens de automóvel, o congestionamento de veículos é minimizado e, consequentemente, as despesas com a construção de ruas, estacionamentos e poluição ambiental são reduzidas.
  • Ao fornecer uma gama completa de tipos de moradias e locais de trabalho, a diversidade de personalidades fica melhor integrada numa comunidade autêntica.
  • Ao fornecer espaços públicos de qualidade e escala humana, os vizinhos se relacionam e se conhecem, melhorando a segurança coletiva.
  • Crianças, adolescentes e idosos ganham liberdade individual, pois os moradores têm acesso fácil a atividades cotidianas, como trabalhar, estudar, comercializar, sem recorrer ao uso do carro, gerando autonomia para quem dependeria de terceiros para se locomover.
  • Cidades compactas aumentam a eficiência no uso de energia, consomem menos recursos, produzem menos poluição e evitam a disseminação de áreas rurais.

O Bairro-Cidade e o Prado

Este conceito tem sua inspiração nos melhores padrões de ocupações urbanas da história, onde comunidades e culturas podem emergir de forma bem-sucedida e civilizada. Infelizmente as políticas e modelos aplicados para a expansão das cidades nas últimas décadas, com a teoria da desintegração, foi certamente um retrocesso na história, que tem sido tremendamente negativo não só ambientalmente, mas também socialmente.

O Prado Bairro-Cidade foi pensado dentro deste marco histórico e do contexto regional, como uma possível alternativa ao crescimento disperso. Os princípios do Prado se fundamentam na ideia de criar uma cidade mais humana, mais responsável do ponto de vista social, econômico e ambiental, resgatando a noção de lugar e produzindo espaços vitais e icônicos para a região. Um modelo urbano que por sua configuração e locais físicos, pode gerar espaços de integração, criatividade, geração de cultura, tecnologias e economias que transcendem os limites deste projeto.

Novo Urbanismo: Conheça o Conceito adotado pelo Prado Bairro-Cidade

Os conceitos aplicados no Prado constituem uma das tendências imobiliárias mais importantes e avançadas em termos de planejamento urbano, com base na criação de comunidades completas que incluem a mistura de residência, comércio, escritórios, entretenimento, educação e outros locais complementares em proximidade e entrelaçados por espaços públicos de grande qualidade e diversidade de meios de transporte.

Os novos centros urbanos devem ser sustentáveis, então incluir esses conceitos em novas comunidades como o Prado é uma obrigação.

Quando você sentiu a necessidade de “gerar cidades que sejam ambientalmente mais responsáveis e ao mesmo tempo construídas para o desfrute das pessoas”?

Arquitetos e urbanistas, construtores e em geral todos os atores envolvidos na produção da cidade estão em uma posição histórica privilegiada, mas também de imensa responsabilidade. Estas circunstâncias exigem que se repense muito seriamente a maneira pela qual o crescimento urbano deve ser dirigido, descartando os modelos de crescimento desintegrados e objetivando a busca de padrões que promovam a criação de empreendimentos urbanos verdadeiramente sustentáveis.

Novo Urbanismo: Conheça o Conceito adotado pelo Prado Bairro-Cidade

Portanto, este momento histórico nos apresenta o grande desafio relacionado à maneira pela qual podemos continuar nosso desenvolvimento social, cultural, econômico e tecnológico, mantendo a integridade do sistema ecológico, sem poluir o meio ambiente e consumindo recursos naturais e ao mesmo tempo perceber a grande oportunidade de tornar o lugar onde vivemos verdadeiros catalisadores do desenvolvimento, da criação de riqueza, de uma cultura florescente e, finalmente, de uma civilização mais justa e mais humana.

O desenvolvimento urbano deste século requer o equilíbrio da administração adequada dos recursos naturais e a melhoria do capital humano, bem como uma extrema atenção e controle do modo como cidades estão crescendo à medida que se relacionam umas com as outras e com o ambiente circundante.

A criação de formas sustentáveis de crescimento é uma responsabilidade conjunta, estamos num momento de ruptura onde as opções estão se esgotando e se nos próximos anos não resolvermos estas questões como um planeta, será impossível voltar atrás.

Quais são os grandes desafios em projetar cidades que sigam esta linha do Novo Urbanismo?

Embora existam exemplos suficientes em todo o mundo para mostrar as vantagens de projetos baseados no Novo Urbanismo, ainda é preciso uma séria determinação e convicção do grupo humano para desenvolver este tipo de projeto, já que sempre é difícil ser pioneiro e quebrar paradigmas em certas regiões.

Novo Urbanismo: Conheça o Conceito adotado pelo Prado Bairro-Cidade

Os principais obstáculos surgem tipicamente de décadas de más práticas, de uma cultura já enraizada em organismos públicos e privados que, em alguns lugares, são difíceis de banir. Normalmente, esses desafios são expressos por meio de códigos, legislações, regulamentações baseadas em modelos obsoletos que não são adequados às necessidades atuais e que a sociedade já está reivindicando.

Quer conhecer melhor o Prado Bairro-Cidade? Clique Aqui 

Além disso, o sistema econômico de desenvolvimento de curto prazo é um grande obstáculo na criação de lugares melhores para se viver, pois obriga os urbanistas a optarem por projetos que só funcionam bem em suas tabelas de Excel.

Mas no Prado Bairro-Cidade, em particular, acho que o desafio será por um lado a implementação de um projeto desta magnitude sem perder a importância dos detalhes e, por outro lado, e mais relevante, será que esse desenvolvimento tem o poder de influenciar outros urbanistas e arquitetos.

Os Elementos Presentes no Novo Urbanismo

Certamente quando você está imerso em um bairro com os ingredientes do Novo Urbanismo, você imediatamente sabe, porque se sente confortável, porque as pessoas na rua se cumprimentam, porque as pessoas andam, porque tem uma comunidade, porque as pessoas podem ser encontradas na rua, parques, praças, cafés, na padaria do bairro, porque as crianças vão à escola passear ou andar de bicicleta no bairro, pois são locais seguros, onde as pessoas se conhecem e tem orgulho de pertencer a esse lugar.

Novo Urbanismo: Conheça o Conceito adotado pelo Prado Bairro-Cidade

No Prado, os elementos e sua inter-relação foram planejados para que tudo mencionado acima ocorra naturalmente, para que o desenvolvimento do centro da cidade forneça áreas para morar, comprar, trabalhar, educar e se recriar dentro de um raio de distância onde é possível caminhar, complementado por uma estrutura física diversificada, resultando em qualidade de vida.

Um dos principais diferenciais é em relação aos locais e sua distribuição no espaço. Quando o Prado estiver construído, será um local completo onde uma grande diversidade de atividades estará localizada a curtas distâncias para que a necessidade de transporte seja mínima. Esse salto é substancial, pois isso se refletirá na forma como os residentes podem aproveitar seu tempo, sem precisar desperdiçar horas valiosas no trânsito, e em benefícios ambientais, devido à redução das emissões de CO₂.

Nesse sentido, o Prado será o modelo de vizinhança para se manter oposto ao modelo convencional de cidade criado apenas para se movimentar.

Do ponto de vista imobiliário, ao contrário de projetos convencionais que são tipicamente homogêneos, o Prado promoverá a diversidade, oferecendo uma ampla gama de opções, pois reconhece que existem diferentes perfis de pessoas com estilos de vida distintos.

Novo Urbanismo: Conheça o Conceito adotado pelo Prado Bairro-Cidade

Por exemplo, no Prado você pode escolher uma casa remota em total contato com a natureza ou um apartamento próximo ao centro, com uma grande oferta de cafés, restaurantes e atividades culturais.

A inovação deste modelo é que dentro de um ambiente integrado os habitantes das casas poderão desfrutar dos benefícios e atividades de um verdadeiro centro urbano e os habitantes do centro estarão dentro de um curto raio para desfrutar e contemplar um ambiente natural.

Do ponto de vista sustentável e ambiental, o Prado entende que está inserido em uma circunstância histórica sem precedentes e sua responsabilidade de ser pioneiro na região é fundamental não apenas para o próprio desenvolvimento, mas também para demonstrar que é viável crescer de forma responsável e com efeitos positivos para o meio ambiente.

Os princípios do Prado baseiam-se na intencionalidade de gerar uma cidade mais humana, mais responsável do ponto de vista social, econômico e ambiental, resgatando a noção de lugar e a produção de espaços vitais e icônicos para a cidade.

Novo Urbanismo: Conheça o Conceito adotado pelo Prado Bairro-Cidade

As ruas foram desenhadas para se tornar não apenas canais de circulação, mas também espaços vitais de encontros. Os edifícios foram projetados para criar um conjunto harmonioso com significativos ambientes urbanos para a comunidade e a região.

Temos dado grande ênfase na projeção de espaços ao ar livre, onde as praças, os parques e as ruas são projetadas para o prazer e a permanência, onde o intercâmbio social, o encontro e a constituição de uma verdadeira comunidade enraizada são essenciais.

Quais as principais diferenças entre um bairro comum e um bairro-cidade?

Não há um bairro comum em si, acho que os termos foram deturpados e tem se chamado de bairro as subdivisões que são as formas mais comuns e indesejáveis de dividir o terreno para gerar espaços de moradia. Subdivisões ou bairros provaram ser uma forma de crescimento abominável, pois consomem grande parte dos recursos e geram uma sociedade intolerante, obesa e descontente.

Novo Urbanismo: Conheça o Conceito adotado pelo Prado Bairro-Cidade

Os verdadeiros bairros, por definição, são habitações completas e diversas, são compactos para caminhadas, de uso misto, com espaços sociais, em oposição às subdivisões que são monoculturas de cidades projetadas como sendo terra de automóveis para que as pessoas se dispersem.

As Principais Inspirações de Maximus Rumis

Minha principal luta, como arquiteto e urbanista, se deve à insatisfação gerada pela mediocridade de lugares que muitas cidades contemporâneas têm produzido e que sujeita seus habitantes a viverem em espaços hostis e agressivos.

Sou inspirado, por um lado, pela grande sabedoria dos patrões que governam a natureza e, por outro, pela beleza de certos lugares construídos pela mão do homem, tipicamente locais onde escolho passar férias e desfruto imensamente, pequenos povoados que preservam o sentido urbano tradicional, lugares projetados organicamente, sem arquitetos para instruir os homens que os moldam.

Novo Urbanismo: Conheça o Conceito adotado pelo Prado Bairro-Cidade

O lugar onde eu cresci também exerceu grande influência, que contém em minha memória a maioria dos elementos do Novo Urbanismo, por sua vez carregando minhas primeiras experiências de vida social, urbana e que me deixaram boas amizades que perduram ao longo do tempo e da distância.

Que legado você quer deixar ao disseminar o Novo Urbanismo para as próximas gerações?

Acredito que meu legado é deixar lugares melhores para se viver, lugares onde as pessoas se sintam confortáveis e que tenham orgulho de morar.

Também considero importante inspirar grupos humanos para que busquem criar espaços urbanos mais civilizados e que não se contentem com a mediocridade que muitas cidades contemporâneas lhes oferecem, bem como a capacidade de influenciar culturas para que acreditem profundamente no potencial das cidades de se tornar verdadeiros catalisadores do desenvolvimento, da criação de recursos, de uma cultura florescente e, finalmente, de uma civilização mais justa e mais humana.

Solicitar Contato

Solicitar Contato | Prado Bairro-Cidade

O que você acha de viver em um local que preza pela qualidade de vida através da criação de espaços que conversam entre si e possibilitam uma convivência harmoniosa e próxima da natureza?

Clique aqui para saber mais sobre o projeto. Ainda dá tempo de garantir o seu lote, e o seu futuro!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *